quinta-feira, 25 de outubro de 2007

O Grande e Único Ciclo

A vida é um grande ciclo: nascemos, vivemos e morremos. Dentro desse ciclo, há vários outros ciclos menores, como por exemplo, a infância, a adolescência, a época em que cursamos a faculdade, o tempo que vivemos em outra cidade, o dia, o mês e o ano. E sempre que um desse ciclos menores acaba, outro começa imediatamente.
Por estarmos numa época em que um ano termina e outro nasce e por minha vida estar numa fase em que um ciclo se encerra e outro é iniciado, tento agora, fazer algo diferente. São palavras que os meus (apenas) 22 anos de existência, me permitiram falar. Não sei se podem ser chamados de conselhos, mas aqui vão algumas dicas para que tentemos fazer com que a vida fique um pouco melhor.
Tente seguir essas dicas! Vai ser difícil, mas não é impossível. Eu mesmo já me peguei muitas vezes fazendo o completo oposto do que acredito. Aqui vão elas:

A maioria das pessoas são egocêntricas. Não seja uma delas! Preste atenção: isso não quer dizer que você deva ser um retardado que nasceu pra fazer tudo pra todo mundo.

Não maltrate o coração do outros. Não admita que maltratem o seu. Goste de quem gosta de você. Se por acaso você adorar alguém em excesso e isso não for recíproco, faça o seguinte: chute com gosto o traseiro da pessoa, depois pise bem forte como se ela fosse do tamanho de uma formiga, dê as costas a essa pessoa e passe a ignorá-la. Então, lembre-se que no mundo atual existem 7 bilhões de pessoas e que não vale a pena perder tempo com uma só, principalmente quando ela não gosta de você.

Tome banho demorado. É a melhor coisa que existe para relaxar todos os dias. Só não se esqueça que uma vez por mês a conta de luz vai te deixar bastante nervoso. Porém, vai por mim. Vale a pena!

Quando você achar que é necessário, vá ao médico. Se você for louco, vá ao psiquiatra. Se você for criança, vá ao pediatra. Se você for burro, vá ao veterinário. Mas nunca deixe de cuidar da sua saúde.

Algumas vezes, à medida que o tempo passa, você conhece melhor as pessoas com as quais convive. Então, você descobre que não conhecia nada daquela pessoa. Por isso, não se sinta mal se algum dia você perceber que ficou alérgico às pessoas.

Em outras vezes, com o passar do tempo, você descobre que não conhecia nada daquela pessoa. E então, você se pegará pensando: “Putz... Essa pessoa maravilhosa está aqui do meu lado há anos e eu nunca tinha percebido.”

Sempre que você tiver vontade de chorar, chore. Isso ajuda a diminuir o desespero e a quantidade enorme de besteira que a sua cabeça está pensando. Chorar também faz com que seus olhos fiquem cansados e, assim, é mais fácil de pegarmos no sono. Mas evite chorar na frente do seus problemas, principalmente, se eles forem da raça humana.

Sonhe! É a intenção de alcançar seus sonhos que faz com que você tente ser melhor do que já é.

Saiba que dinheiro não é, nunca foi e nem será mais importante do que as pessoas. A maior prova disso é que as pessoas podem te dar dinheiro, mas o dinheiro não pode te dar as pessoas.

Há uma grande possibilidade de você achar que a sua família é uma droga, ou que nela só tem doido. Mas não se esqueça de que eles são seu “colchão de ar” que vai sempre amortecer as suas quedas.

Não permita que problemas idiotas e pequenos do seu dia-a-dia diminua sua qualidade de vida. Não vale a pena!

O tamanho dos seus problemas é proporcional à sua idade. Quanto mais velho você ficar, mais problemas vai ter e, acredite, a tendência é piorar. Se isso não acontecer, é por que você não está se metendo em encrencas o suficiente para, no futuro, se tornar único.

Conte seus problemas para as outras pessoas. Só para algumas! Preserve-se: não é necessário que o mundo todo saiba da sua vida pessoal.

Não grite à toa. Se você fala gritando com as pessoas, instintivamente, elas responderão gritando mais alto ainda. E mesmo quando você estiver quieto, ao falarem com você, falarão gritando automaticamente. É a força do hábito!

Não se pode vencer uma pessoa que joga sujo, ao menos que você também jogue sujo. Portanto, é permitido: roubar de ladrão, rir de políticos, dar porrada em gente violenta e assassinar o seu provável assassino.

O amor é contagioso. O ódio também. A raiva também. A depressão também. O estresse também. Se você não gosta do que recebe, há algo errado no que você dá! Saiba que sentimentos são trocados entre as pessoas.

Saiba também que cada um de nós temos fantasmas os quais nos perseguem durante toda a vida. Alguns são do passado, outros do presente e outros do futuro. São fantasmas os quais só nós tememos porque somente nós os conhecemos. Por isso, mesmo com medo, temos de encará-los e enfrentá-los, para que seja possível darmos mais uns passos a frente.

A maioria das amizades acabam com os passar dos dias. Porém, algumas não se desfazem nem com o passar das décadas! As amizades verdadeiras permanecem exatamente iguais Podemos ficar meses ou anos sem ver um amigo, mas se a amizade for verdadeira, ao encontrá-lo novamente, temos a sensação de que a última vez que o vimos foi ontem.

Coincidências existem! Você perceberá isso quando numa terça-feira corrida de uma cidade grande, você pegar um ônibus de volta pra casa e encontrar um amigo antigo. E depois, na primeira cidade em que o ônibus pára, subir uma amiga que você não via há meses. Então, você pensará: “Com tantos ônibus, com tantos horários disponíveis e com tantos dias para viajar... Aqui estamos nós três juntos mais uma vez!”

Assim, notamos que alguns ciclos de nossa vidas são incontroláveis e se repetem quando menos esperamos. Mas é necessário saber que existem ciclos que são controlados somente por nós. E esses são os mais importantes!

O ciclo da vida é um só. O meu não é igual ao seu, nem ao de mais ninguém. Todos são únicos! Porém, apesar de únicos, todos os ciclos estão ligados entre si. E seja lá o que for que você faça, algo bom ou ruim, influenciará o grande ciclo de todo o resto do mundo: o grande e único ciclo da vida.

Eduardo Franciskolwisk

2 comentários:

Leitores, se forem comentar como anônimo por facilidade, peço que deixem pelo menos seus primeiros nomes como assinatura.

Mas se fizerem questão do anonimato, não tem problema!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...