terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Nota Falsa

Alguns meses atrás, eu atendi um homem na farmácia onde trabalho. Ele queria um shampoo de cetoconazol que custava 10 reais. Na hora de pagar, ele me deu uma nota de 50 reais. Quando eu peguei a nota, pensei “Essa nota é falsa! Parece que está meio borrada...”. Eu fiquei completamente sem ação, fiquei abobado, foi como se alguém tivesse dado um murro na minha cara. E demorei para dar o troco porque naquele momento só pensava no que eu poderia fazer, mas sem constranger o cliente. Eu, pelo menos, me sinto ofendido quando, ao pagar uma conta, vejo o caixa analisando a nota para saber se é falsa. É como se a pessoa dissesse “Você não tem uma aparência boa e provavelmente não tem condições de conseguir esse dinheiro de forma honesta.” ou, simplesmente, “Você tem cara de marginal, seu bandido safado!”.

Eu fiquei com vergonha de desconfiar do homem.

Por isso, não conferi a nota, deixei para fazê-lo enquanto ele estivesse indo para o carro. Então, eu pensei em anotar a placa do carro para que se fosse falsa, pelo menos eu saberia quem havia me dado a nota. Mas, infelizmente, tive que atender um outro cliente (só para registro: era um médico grosso, sem educação) e quando terminei, o homem já tinha ido embora. Só nesse momento, pude conferir a nota e verificar que realmente era falsa. Não havia marca d´água. Em vez disso havia uma impressão grosseira dela, onde era possível ver os “pixels”!

Eu quase chorei! Nossa, como eu tive vontade de chorar! Não por ter perdido os 50 reais, mas por ter sido enganado, por ter sido idiota, um trouxa. E por querer acreditar mais uma vez no que eu já não acredito há muito tempo: nas pessoas. Sempre que eu dou uma chance delas provarem que valem a pena, elas mostram o contrário.

O prejuízo fico com a farmácia. Embora eu quisesse pagar, pois me senti na obrigação de fazer isso, meu patrão não aceitou. Custou 50 reais, mas estou mais esperto, mais agressivo, mais desconfiado e menos confiante nas pessoas. A maioria delas valem menos do que uma nota de 50 reais falsificada.

Eduardo Franciskolwisk

3 comentários:

  1. Você tem razão, tem pessoas que não valem a pena confiar. Mas, pode ficar tranquilo, pegar uma nota falsa em comércio é normal. Tem notas falsas que são difíceis de serem reconhecidas até por pessoas que trabalham com isso todos os dias. Por exemplo, meu pai já foi enganado diversas vezes...

    beijoos

    ResponderExcluir
  2. Realmente trabalhar com as pessoas é dificil.
    Eu sei por que já trabalhei três anos da minha vida.
    E olha, sempre você pensa que vai dar certo que elas vão te entender.
    Mas errado.
    Só querem te passar a perna.
    Tudo bem, NÃO SÃO TODAS.
    Comecei a reparar nas pessoas depois que comecei a trabalhar no comércio.
    ^^

    ResponderExcluir
  3. Aff, menino! Isso é mais normal do que parece!!
    Trabalho em um McDonald's e a quantidade de notas falsas que TENTAM passar por lá, aff, vou te contar!!
    A gente não tem muito tempo para conferir, mas conferí-la perante o cliente é um direito seu! Uma raspadinha, uma olhadinha na luz e pronto! E se for falsa, diga que não tem troco o suficiente, ou que caiu o sistema do caixa... Desculpas nunca faltam!

    Quanto à questão de ser enganado, é realmente triste, mas vai por mim, por experiência eu digo: De repente o rapaz poderia ter sido enganado assim como você foi! Já ví pessoas que tentaram pagar com a nota suspeita e ficam tristes quando descobrem que não é verdadeira!!

    Bom, mais sorte para você! =D
    Beijinhoss

    ResponderExcluir

Leitores, se forem comentar como anônimo por facilidade, peço que deixem pelo menos seus primeiros nomes como assinatura.

Mas se fizerem questão do anonimato, não tem problema!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...