sábado, 26 de setembro de 2009

Propaganda de Brinquedos


Tempos atrás senti falta de uma coisa: propaganda de brinquedo.

É bem raro que eu assista um na televisão. Talvez, porque eles passem de manhã, quando eu estou trabalhando ou dormindo. Mesmo assim, é bem evidente o fato de que os comerciais de brinquedos diminuíram bastante.

Alguns comerciais da minha época se tornaram inesquecíveis. Por exemplo, o comercial da Estrela que cantava:

“Todo segredo de um brinquedo, vive na nossa emoção. Toda criança tem uma estrela, dentro do coração. A Estrela estrelando, brincando com a gente e a gente brincando feliz. A vida é um sonho e o sonho é da gente, criança estrelando feliz.” – Ouça a música completa aqui.

Ontem, assistindo LazyTown na TV paga com meus afilhados descobri para onde foram as propagandas de brinquedos.

Mas por que escolheram a TV fechada? Com certeza porque dá mais retorno do que na TV aberta. Só assiste Discovery Kids as crianças cujos pais têm boas condições financeiras, ou seja, só filho de gente abastada.

Na TV aberta (Globo, SBT, Record) qualquer criança pode assistir, dá mais pobre a mais rica, mas serão poucos os que poderão comprar os brinquedos.

Entendeu a jogada dos caras? Foram direto nas crianças cujos pais podem comprar brinquedos caros e com qualidade. E é por isso, que a Discovery Kids tem um comercial atrás do outro de brinquedos que fazem qualquer criança sonhar.

Sonhar e pedir: “Pai, compra pra mim?”

Até eu fiquei com vontade de brincar com um dos brinquedos que foi mostrado.

Eduardo Franciskolwisk

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Para que este blog existe?


“O blog da minha mente
se estimula com o seu coração
O blog do seu coração
O blog do seu coração”

Há alguns dias, pensei seriamente em abandonar esse blog. Pensei também que este pensamento era apenas momentâneo; depois que passasse a onda depressiva, o blog voltaria à vida com novas postagens. A intenção de abandonar o blog não durou nem 48 horas. Já passei muito mais tempo trabalhando em apenas um post.

Outro dia, enquanto assistia a uma aula, me veio na cabeça: “Aonde eu quero chegar com meu blog?” e “Para onde eu quero levar as pessoas?”.

E em menos de 1 minuto, respondi. Não quero levar ninguém a lugar nenhum. Que fiquem onde estão! O negócio é levar a mente um pouco mais além. Nem que seja um passo ou por 1 segundo.

Eu quero que os posts sejam como filmes. Imagine que o blog é um cinema. Eu sou o diretor. E cada post é um filme diferente.

Alguns podem fazer chorar; outros, dar gargalhada.

Em outros posts, tento fazer com que vocês pensem na vida. Quero que vocês leiam, parem e reflitam sobre o tema. E, às vezes, não quero dizer nada. Só quero fazer o tempo passar. O seu e o meu tempo.

Quero que vocês se identifiquem e se vejam escrevendo tal post. E pensem: “E eu achando que isso só acontecia comigo!”

Às vezes, só quero trazer a tona lembranças de um tempo já vivido ou sonhar com um futuro que posso ou não viver.

De vez em quando, quero informar e explicar assuntos. Mas na maioria das vezes é só para reclamar da vida e confundir os navegantes. Porém, não faço isso por mal. É que a minha bússola quebrou e passei a dar algumas informações por instinto.

Tem postagens que são escritas somente para contar histórias. Outras, para contar mentiras.

Outras para acalmar. Ou melhor, me acalmar.

Nunca o filme fica perfeito, nem meus post. Mas essa é uma lição muito importante: nada vai ficar perfeito. Ou a coluna vai ficar um pouco torta mesmo justificada, ou a figura não ficará no lugar exato onde eu queria. Eu fico doido com isso, mas vou aprendendo a engolir.

Este blog não é jornalístico. Embora, de vez em quando, eu tenha a intenção...

Este blog existe porque espero que fique para a eternidade. Seria a minha pequena contribuição para o mundo e talvez, futuramente, para o Universo. Ou para ninguém. Nunca se sabe quando os dados virtuais vão desaparecer do mundo. Nesse quesito os papiros e pedras têm uma qualidade bem melhor.

Este blog existe para ser o melhor blog de Barretos. E existe, sobretudo, para que seja “O blog do seu coração”.

Eduardo Franciskolwisk

sábado, 12 de setembro de 2009

Da série: Frases Filosóficas Fantásticas


"A família é como uma caixa de chocolates: alguns são doces e outros, duros de roer."

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

São eles!


Que emocionante!

"Hakuna Matata, é lindo dizer.
Hakuna Matata, você vai entender."

Por essa ninguém esperava: uma foto dos criadores da filosofia "Hakuna Matata" passeando e aproveitando a vida, sem nenhum problema na cabeça.

Timão e Pumba: uma prova de que a amizade pode realmente acontecer em nossas vidas. E você achava que era só no desenho, né? Eu também achava...

"Os seus problemas
você deve esquecer
Isso é viver,
É aprender.
Hakuna Matata"

Eduardo Franciskolwisk

sábado, 5 de setembro de 2009

Amuleto da sorte


Ele nunca fora uma pessoa sortuda. Era azarado, isso sim. Parecia que o mundo conspirava contra ele, mas pensava que algum dia isso tudo pudesse mudar.

Não acreditava em amuletos da sorte. Nada de trevo-de-quatro-folhas, de figa, de ferradura atrás da porta e, muito menos, de pata de coelho, afinal, ela não dera sorte nem para o coelho. Os amuletos que já tinha tido não trouxeram nenhuma boa vibração.

O trabalho era desanimador e sua casa era um inferno. As coisas andavam mal. Por pior que fosse, sabia que era possível piorar.

Andando pela rua, avistou um gato preto ainda filhote. Após ouvir um grande estalo em sua mente, abaixou-se para pegá-lo.

Mal sabia ele que sua sorte havia mudado. Ao abaixar-se, escapou de uma das várias balas perdidas que existem no Rio de Janeiro.

Eduardo Franciskolwisk
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...