terça-feira, 22 de setembro de 2009

Para que este blog existe?


“O blog da minha mente
se estimula com o seu coração
O blog do seu coração
O blog do seu coração”

Há alguns dias, pensei seriamente em abandonar esse blog. Pensei também que este pensamento era apenas momentâneo; depois que passasse a onda depressiva, o blog voltaria à vida com novas postagens. A intenção de abandonar o blog não durou nem 48 horas. Já passei muito mais tempo trabalhando em apenas um post.

Outro dia, enquanto assistia a uma aula, me veio na cabeça: “Aonde eu quero chegar com meu blog?” e “Para onde eu quero levar as pessoas?”.

E em menos de 1 minuto, respondi. Não quero levar ninguém a lugar nenhum. Que fiquem onde estão! O negócio é levar a mente um pouco mais além. Nem que seja um passo ou por 1 segundo.

Eu quero que os posts sejam como filmes. Imagine que o blog é um cinema. Eu sou o diretor. E cada post é um filme diferente.

Alguns podem fazer chorar; outros, dar gargalhada.

Em outros posts, tento fazer com que vocês pensem na vida. Quero que vocês leiam, parem e reflitam sobre o tema. E, às vezes, não quero dizer nada. Só quero fazer o tempo passar. O seu e o meu tempo.

Quero que vocês se identifiquem e se vejam escrevendo tal post. E pensem: “E eu achando que isso só acontecia comigo!”

Às vezes, só quero trazer a tona lembranças de um tempo já vivido ou sonhar com um futuro que posso ou não viver.

De vez em quando, quero informar e explicar assuntos. Mas na maioria das vezes é só para reclamar da vida e confundir os navegantes. Porém, não faço isso por mal. É que a minha bússola quebrou e passei a dar algumas informações por instinto.

Tem postagens que são escritas somente para contar histórias. Outras, para contar mentiras.

Outras para acalmar. Ou melhor, me acalmar.

Nunca o filme fica perfeito, nem meus post. Mas essa é uma lição muito importante: nada vai ficar perfeito. Ou a coluna vai ficar um pouco torta mesmo justificada, ou a figura não ficará no lugar exato onde eu queria. Eu fico doido com isso, mas vou aprendendo a engolir.

Este blog não é jornalístico. Embora, de vez em quando, eu tenha a intenção...

Este blog existe porque espero que fique para a eternidade. Seria a minha pequena contribuição para o mundo e talvez, futuramente, para o Universo. Ou para ninguém. Nunca se sabe quando os dados virtuais vão desaparecer do mundo. Nesse quesito os papiros e pedras têm uma qualidade bem melhor.

Este blog existe para ser o melhor blog de Barretos. E existe, sobretudo, para que seja “O blog do seu coração”.

Eduardo Franciskolwisk

2 comentários:

  1. Andei pensando também em onde queria chegar com meu blog, e sim eu tenho planos, mas pessoais, acho que a palavra certa é metas. Mas quanto a fazer a cabeça de alguém , também não penso nisso, penso em compartilhar coisas e esperar que essas coisas possam ajudar as pessoas de alguma forma, de repente uma experiência nossa pode ajudar uma pessoa, a gente nunca sabe. E no mais, amo escrever, mesmo que nem tantas pessoas leiam por enquanto se estou escrevendo é o que importa, tem uma porta aberta, a da minha mente e se mais alguém quizer entrar ela está lá, e quem sabe ajude outras a se abrirem também. Amei seu blog, no meio de mil blogs o nome do seu post me chamou atenção no orkut. Abraço

    ResponderExcluir
  2. O segredo é idealizar que não existe razões para tudo e sim entender que não precisa haver razões. E de fato não há. As vezes surtamos com os "porques" ou "e se eu..." que convivem e nossa mente.
    Ta na hora de vivermos sutilmente a vida sem porques e sim para que.

    Gostei mto daqui.
    Abraços

    ResponderExcluir

Leitores, se forem comentar como anônimo por facilidade, peço que deixem pelo menos seus primeiros nomes como assinatura.

Mas se fizerem questão do anonimato, não tem problema!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...