domingo, 26 de setembro de 2010

Me engana que eu gosto!

golpe pelo celular

No dia 02 de setembro de 2010, recebi uma mensagem no celular. Supostamente, o remetente seria (ninguém menos que) a Rede Globo de Televisão. E o melhor de tudo é que eu teria ganhado (ou ganho) 60 mil reais. Que felicidade!

Não é mesmo muita sorte ganhar um prêmio sem ter feito absolutamente nada? É a mesma coisa que eu ganhar na Mega Sena sem ter feito uma aposta sequer. Como eu sou sortudo!

Claro que a mensagem era falsa. Eu não a apaguei do meu celular. Deixei lá para depois transformá-la em um post aqui no blog.

Com este post eu espero que as pessoas entendam que nada cai do céu. Quero alertá-las de que tem muito malandro querendo achar um otário para passar a perna. Não seja idiota, não caia em golpes pelo celular! Pense um pouco antes de ficar rico...

Vou transcrever a mensagem do jeito que recebi, inclusive com erros: REDE´GLOBO “TORPEDAO CAMPEAO D,FAUSTAO”Sua linha movel foi GANHADORA de R$60.MIL,P/+INF-LIGUE GRATíS DE 1TEL,FIXO P (0158)596-275-587,Senha(3599)

Tradução: Rede Globo “Torpedão Campeão do Faustão” Sua linha móvel foi GANHADORA de R$ 60 mil. Para mais informações, ligue grátis de um telefone FIXO para 015 (85) 9627 5587. Senha (3599).

Você acha que a Rede Globo mandaria uma mensagem com tantos erros assim? Claro que não!

Você acha que a Rede Globo daria um telefone celular e diria que a ligação é gratuita? Claro que não!

Você acha que a Rede Globo exigiria que a ligação fosse feita de um telefone fixo? Claro que não! Isso é para eles descobrirem o seu telefone fixo e te ameaçarem, simulando um seqüestro com seu filho ou com sua esposa.

O SMS que recebi é coisa de bandido que não tem o que fazer dentro da cadeia! Aí, eles ficam mandando estas mensagens para tentar tirar dinheiro de quem sonha em ganhar dinheiro fácil.

Fiquem espertos! Se receberem alguma mensagem igual a esta (foto acima), ignore-a.

Se a polícia quiser fazer alguma coisa, verificar se este número é mesmo de um celular que está dentro do presídio, fique à vontade. O telefone é (85) 9627-5587. O DDD 85 pertence ao estado do Ceará.

Tentaram me enganar! Não conseguiram... Mas continuem tentando que eu gosto!

Eduardo Franciskolwisk

P.S.: Tentei ligar neste telefone, mas cai em uma mensagem que diz “O número que você chamou está programado para não receber chamadas. Obrigada!”. Quem compra um celular e o programa para não receber chamadas? Um presidiário! Assim, o telefone não toca em horas inapropriadas...

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Em quem farmacêutico deve votar?

ivan valente farmaceuticos

Na “Revista do Farmacêutico” de julho/agosto de 2010, o deputado federal Ivan Valente escreveu um artigo que fala sobre o substitutivo ao Projeto de Lei 4385/94. Se for aprovado, será obrigado ter farmacêuticos dando assistência em tempo integral no SUS (já devia ser há muito tempo...), além de outras mudanças.

Através do CRF/SP pude perceber que o deputado Ivan Valente se dispõe a lutar pela classe farmacêutica. E não é só porque é época de eleição, não.

Alguns dias atrás, eu ainda não sabia em quem votaria para deputado federal. Então, adicionei alguns no twitter e comecei a fazer perguntas. “O que você vai fazer pelos farmacêuticos?”. Alguns não me responderam. Então, pensei “Se o cara já me ignora enquanto ainda é candidato, imagina como vai me tratar quando estiver eleito.”.

Outros responderam só para tentar ganhar voto. “O que os farmacêuticos precisarem, podem contar comigo!”. Deu para perceber que não têm nenhum projeto pensando no farmacêutico como forma de melhorar a saúde pública.

Como disse antes, eu já sabia que o deputado Ivan Valente luta pela classe farmacêutica. E mesmo com o artigo dele na revista, eu precisava saber, com uma resposta simples, se ele pretendia continuar a brigar conosco. Eu precisava ouvir da boca (ou do twitter) dele com todas as letras. E ele me garantiu que vai continuar, vejam a foto acima ou a transcrição abaixo:

Dep_IvanValente “@franciskolwisk Nossa luta pela assistência farmacêutica integral não é recente, e certamente continuará, no Parlamento e fora dele.”

Em quem farmacêutico deve votar? Em quem quiser! Não estou obrigando ninguém a votar nele, nem estou fazendo campanha política para ele (Estou sim, mais ou menos, né?), mas se você é farmacêutico deveria votar em alguém que já defende nossos interesses.

Eu vou votar nele. Quem quiser votar também, o número é 5050 – Ivan Valente. Ele é candidato pelo estado de São Paulo.

Se alguém aí conhecer outros candidatos que lutem pelas nossas causas, deixe um comentário dizendo quem é e o que ele já fez pelos farmacêuticos. Vamos discutir!

Eduardo Franciskolwisk

domingo, 5 de setembro de 2010

Cola para votar em 2010

Cola para votar em 2010

Fiz uma cola para as pessoas levarem no dia da votação.

Quem quiser, é só imprimir, colocar os números dos seus candidatos e levar a cola no dia da eleição.

Eduardo Franciskolwisk

sábado, 4 de setembro de 2010

Que saudade do mIRC!

mirc-logo

Na década passada, eu usava um programa chamado mIRC para bater papo. Era o melhor programa de bate-papo. Este programa ainda existe e só não continua sendo a melhor forma de conhecer pessoas e de fazer amigos pela internet porque as pessoas não querem. Elas se esqueceram dele depois que chegou orkut, MSN, etc.

O MSN é um ótimo programa de mensagens instantâneas, mas por ele não é possível conhecer gente nova. Você fica limitado aos seus amigos de sempre. Já o orkut é possível conhecer gente nova, porém, se a pessoa não gostar da sua foto, você será ignorado. Não tem aquela magia do anonimato.

No mIRC era possível conversar com pessoas que você nunca tinha visto antes, conhecer suas ideias e passar a gostar delas pelo que eram e não pela aparência física. Lá era possível fazer amigos e conhecer gente ao acaso, sem compromisso nenhum, só para jogar papo fora. Era divertido. Conheci vários amigos virtuais pessoalmente.

Neste bate-papo era possível conversar com o mundo todo. Todas as línguas estavam ali. Eu treinava espanhol lá. Posso dizer que o meu interesse em idiomas veio do mIRC porque ali descobri uma utilidade para a matéria “língua estrangeira”: conhecer pessoas de outros países.

Este programa de chat foi deixado de lado pelas pessoas porque para utilizá-lo é necessário um mínimo de inteligência (e muita gente não tem esta bendita coisa). Ele é meio complicado. Pouca coisa é no clique. Muita coisa é no comando, no estilo MS-DOS (/join, /list, etc).

A sala de “bate-papo” era chamada de canal e seu nome era sempre precedido do sinal # (Exemplos: #brasil, #barretos, #cinema). Neste canal, tinha o nick de todo mundo e aí era só escolher alguém, abrir uma janelinha e conversar em modo privado. Era possível também conversar com todos pelo próprio canal.

Uma semana atrás, resolvi baixar o mIRC e tentar conversar com alguém para ver no que dava. Pois saibam que não deu em nada. Ninguém mais entra lá. Tinha gente, mas ninguém a fim de conversar.

O mIRC não é mais o mesmo.

Seria fantástico se as pessoas que usavam o mIRC (e não são poucas) tivessem saudade dele e voltassem a utilizá-lo. Não só para relembrar dos velhos tempos, mas também para criar “novos” velhos tempos. Mas isso não vai acontecer. O mIRC morreu, acabou. Para sempre. Nunca mais voltará a ser o que era.

Eduardo Franciskolwisk

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...