quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Monte de galhos ou monte de problemas?

monte de galhos

Ontem à tarde, descobri que colocaram na frente da minha casa um monte de galhos (foto). Um vizinho pagou alguém para podar a árvore e o espertinho em vez de levar os galhos para o lugar correto, virou a esquina e “estacionou” o entulho aqui. Legal!

Como eu não estava com vontade de brigar, mas fiquei com medo de levar alguma multa da prefeitura, liguei na polícia e pedi informações. Eles disseram que a prefeitura faria o serviço de remoção do entulho.

Até aí, beleza! Liguei na prefeitura de Barretos, mas ninguém atendia. Lógico, já era depois da 18 horas e o retardado aqui achando que era umas 16. Então, liguei no dia seguinte.

Expliquei a situação e a prefeitura disse que eles não removeriam o entulho porque foi um serviço particular. E disse que se eu quisesse poderia ligar na Ouvidoria para denunciar o vizinho e ele pagaria uma multa.

Ou seja, o vizinho paga alguém para fazer um serviço pensando que a pessoa é idônea, mas ela não é. Então, é o vizinho que vai pagar a multa? E a pessoa safadinha, que fez o que era errado não paga nada. Ela é a correta! É o Brasil! No Brasil, gente honesta não vai para a frente, só os pilantras se dão bem. Aprendam isso!

Não vou ligar na Ouvidoria, não. Não vou denunciar ninguém, não quero que ninguém seja multado por minha causa. Principalmente, na época do Natal, mesmo que eu não esteja em clima natalino.

Então, pelo que entendi, os galhos ficarão entulhados onde estão porque a prefeitura não virá retirá-los. Se não é problema deles, também não é problema meu.

Penso que fiz a minha parte. Penso também que a prefeitura não fez a dela. No mínimo deveriam vir buscar o entulho para evitar futuros problemas. Não liguei lá porque o entulho está me incomodando, liguei porque está na frente da minha casa e vão achar que eu sou o responsável por aquilo.

Estamos em época de chuvas. Na frente de casa, quando chove a enxurrada não é pouca coisa. E o córrego fica logo ali. Se a prefeitura acha que não é problema deles, deveriam começar a achar que é, pois os galhos poderão entupir os bueiros e causar alagamento ou enchente caso entre na tubulação de escoamento.

Pessoalmente, acho mais fácil retirar o entulho que um cidadão avisou que existia do que correr o risco de um possível alagamento em alguma região da cidade. Mas isso é devido o meu péssimo hábito de tentar prever o que poderá acontecer. A maioria das pessoas acha que é melhor remediar do que prevenir.

Não vou deixar que um monte de galhos vire um monte de problemas. Minha parte eu fiz y tengo pruebas de que não sou o culpado.

Agora, estou imaginando por quanto tempo este monte de galhos ficará zelando por mim. Postarei foto dos aniversários se não chover e o entulho não for levado rua abaixo ficando espalhado por toda a via!

Eduardo Franciskolwisk

P.S.1: Enquanto escrevia este texto, ligaram aqui oferecendo o serviço de remoção do entulho. Eu não disse que achariam ser minha responsabilidade? Mas não é!

P.S.2: Ninguém pode me responsabilizar por algo que está na rua da frente de minha casa. Não é porque está lá que sou o dono ou responsável. Se for assim, todos os carros que estacionarem aqui em frente serão meus e aconselharei a assassinos que depositem os corpos de sua vítimas na frente de alguma casa, pois desta forma eles não teriam culpa nenhuma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leitores, se forem comentar como anônimo por facilidade, peço que deixem pelo menos seus primeiros nomes como assinatura.

Mas se fizerem questão do anonimato, não tem problema!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...