domingo, 14 de abril de 2013

Desabafos de um geminiano

Hoje acordei com uma grande vontade de não mais ser geminiano! Já estava cansado desse negócio de hoje querer e amanhã não querer, de hoje pensar de um jeito e amanhã pensar completamente diferente. Essa versatilidade me deixava confuso. E como eu odeio isso!

Não demorou muito e me veio a solução na cabeça. Era algo que me dizia “Troque de signo, sua anta!” e veio de tão de dentro do corpo, de tão profundo da alma, que eu resolvi escutar. Comecei pelas revistas, talvez, por não serem revistas especializadas no assunto não encontrei nada. Também, quem mandou procurar o horóscopo em revistas semanais sérias?

Fui ao jornal! Pensei em colocar um anúncio nos classificados: “Precisa-se de um signo novinho em folha, que não seja o de gêmeos, e que seja de deliciosa convivência. Signos interessados, favor mudar a data do meu nascimento”. Não foi necessária a publicação de espetacular anúncio porque, acidentalmente, encontrei a listinha dos doze signos ali mesmo. Eu podia olhar um por um, analisar bem analisado e escolher o escolhido. Fui bem devagar, tentando ver os defeitos e as qualidades de cada um (para dizer a verdade eu queria um sem defeito...).

Áries: É um nome bonito e atraente. Imagine a cena: alguém chega em você, pergunta o seu signo e você responde com o peito estufado por muitos ares “Áries”. Ridícula cena, não? É... Realmente esses não são os ares que estou procurando!

Touro: Nada contra os taurinos, mas tem bicho mais idiota? Pode ser um animal muito valente mas, geralmente, quem é muito valente é violento! Prefiro ser um Canguru que vive pulando. Eu acho que os cangurus pulam de alegria!

Câncer: Este, sim, seria o signo ideal para mim. A única condição, que eu exijo e não deixo passar, é que o câncer seja maligno.

Leão: De que adianta ser rei, se no meu país quem manda é o parlamento? E outra coisa, apesar de sua grande beleza, você se aproximaria de um leão?

Virgem: Esse é um dos que ninguém queria ser... Nem eu!

Libra: Não gosto do signo da balança por dois motivos. O primeiro: a balança mostra a quantidade de quilos a mais que eu tenho. O segundo: o verbo balançar me deixa tonto e, mais tarde, com ânsia de vômito. “Mas se a balança te dá vontade de vomitar e você quer emagrecer, aproveita a situação, cara!” me diz algum chato. Minha resposta é: pára de encher o saco, saco!

Escorpião: Dizem que no mínimo sinal de perigo, onde corre risco de vida, o escorpião tem vontade de se matar e se mata! Já tenho tendências suicidas e não tenho o interesse de levá-las da teoria para a prática. Escorpião está fora!

Sagitário: Este também seria um bom signo, na minha opinião. Mas será?

Capricórnio: Não quero ser desse porque eu não conheço muito sobre ele.

Aquário: Nem apanhando eu viro aquário. Gosto de praias, de preferência daquelas lotadas onde ninguém me conhece, só o mínimo de pessoas. Não teria problema algum se fosse uma piscina, mas aquário não.

Peixes: A situação deste não é das melhores... Os peixes ficam dentro do aquário porque são inferiores, quando saem, ou seja, quando estão num ambiente de Áries morrem porque não conseguem respirar. Peixes têm pose de camponês perto do rei leão e quando é relacionado com libra, você pode saber que ele morreu e está sendo pesado na balança da feira mais mixuruca do mundo.

Para dizer a verdade, ser do signo de gêmeos é bom demais. Você nunca está sozinho, seu outro eu sempre está com você. Cada dia, um fala mais alto e isso causa uma bagunça do tamanho da Rússia. Às vezes, esse negócio de mudar de opinião facilmente me deixa confuso, completamente confuso. E como eu adoro isso!

Eduardo Franciskolwisk

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leitores, se forem comentar como anônimo por facilidade, peço que deixem pelo menos seus primeiros nomes como assinatura.

Mas se fizerem questão do anonimato, não tem problema!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...