quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Feliz Ano Novo da boca para fora

ano-novo-mafalda

A época do réveillon é uma época em que todos desejamos uns aos outros: “Feliz Ano Novo, prosperidade, paz, saúde e sucesso”. É tempo de encerrar mais um ano e começar um novo capítulo da nossa história. Assim como o Natal, é uma época gostosa onde sentimos que as pessoas estão mais aconchegantes e sentimentais, ou seja, mais abertas para entender o outro e se colocar no lugar dele.

No entanto, para a maioria das pessoas tudo não passa de blá-blá-blá. Desejam feliz ano novo somente da boca para fora porque é a praxe, é a tradição. Chega a ser irônico uma pessoa te desejar “Feliz Ano Novo” sendo que durante todo aquele ano ela dificultará a sua vida com brigas, picuinhas e falsidade.

A impressão que tenho é que as pessoas desejam um feliz ano novo e depois te deixam a mercê da tua própria sorte. É como se o “Feliz Ano Novo” fosse um “Tenha sorte neste novo ano”. Elas esquecem que somos nós mesmos os responsáveis por boa parte da felicidade dos próximos 12 meses. Elas dificultam ao invés de facilitar, brigam ao invés de tentar entender, te moem durante o ano inteiro e depois desejam que no próximo ano, nada disso do que elas te fizeram, aconteça.

Sei que há muitas fatalidades que estão fora do nosso controle e elas acontecem. Porém, nas pequenas coisas que estão em nosso poder, devemos ter coerência e nos esforçar para fazer feliz o ano novo – inteirinho – de quem está próximo de nós, como desejamos na virada do ano.

Enfim, os desejos de um feliz ano novo estão aí. Agora, precisamos fazer esforço para transformar em realidade o que desejamos aos outros. E que eles façam o mesmo conosco.

Bem, sabemos que a vida nunca funciona assim.

Eduardo Franciskolwisk

5 comentários:

  1. Adorei a sarja, muito verdadeira!
    Feliz Ano Novo!
    Bjinhos.
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  2. Mafalda tem seu brilhantismo. As charges sempre tem muita inteligencia e nos leva a reflexões. Realmente a falsidade se tornou cotidiana. Acho que cado um precisa ser a mudança que quer no mundo.

    Te indiquei a uma tag, depois verifica la no meu blog, abraços. http://cabecasdeabobora.blogspot.com.br/2015/01/tag-liebister-award.html

    ResponderExcluir
  3. Oi, Eduardo!
    Cada um leva a vida da melhor maneira que lhe apetece. Todos querem a felicidade, mas nem sempre as pessoas trabalham no sentido da construção da felicidade, pois não entendem que ela não é apenas um momento, mas um conjunto de fatores que somados completam o ciclo do bem viver e estar inserido no mundo.
    Feliz 2015! Que ele venha trazendo garra, disposição e esperança para todos nós!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  4. Eu acho que é bem por aí Eduardo. O novo ano sempre espera que sejamos melhores, enquanto esperamos que ele faça algo por nós.
    E você disse uma grande verdade: as pessoas nos aporrinham o ano todo, nos fazem sofrer, nos massacram e depois vem com presentes e desejos de felicidades..

    A vida poderia ser mais simples, mais autêntica e as pessoas mais sinceras umas com as outras e mesmo, refletirem que há sempre uma necessidade de mudança... de serem melhores, por que não?

    Que seu novo ano seja de fato rodeado de pessoas que se preocupam em somar e não diminuir... Assim, você também a eles!

    Feliz 2015!

    Obrigada pela visita ao Bolhinhas, volte sempre e sem preguiça, comente...rss.. é alegria ver seus comentários!
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahhh, só pra lembrar... se for conveniente, disponibilize aqui no blog o "siga por e-mail".. assim poderemos receber suas atualizações..
      #ficaadica rs

      beijos

      Excluir

Leitores, se forem comentar como anônimo por facilidade, peço que deixem pelo menos seus primeiros nomes como assinatura.

Mas se fizerem questão do anonimato, não tem problema!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...