sábado, 11 de maio de 2013

Minha crise dos 30 anos

Estou prestes a completar 30 anos e o sentimento que tenho é o de que sou um fracassado. Nada do que planejei na vida deu certo.

Não tenho amigos. Não virei escritor famoso, nem jornalista. Não tenho namorada. Não tenho filhos. Não tenho um emprego em que eu me sinta valorizado intelectual e financeiramente, muito menos tenho meu próprio negócio. Não conheci o mundo e também não consegui mudá-lo.

Em algumas vezes, quando vejo ou penso na vida dos meus conhecidos, sinto pena de mim mesmo. E aí eu me pergunto: “Onde foi que eu errei? O que eu fiz para dar tão errado assim?”.

Estas perguntas são amenizadas em meus pensamentos porque descobri que tenho fobia social. E junto com isso descobri também que ao longo da minha vida fiz várias “coisinhas” erradas que resultaram na pessoa perdida que sou hoje. E estas “coisinhas” viraram monstros para mim. Elas ficaram grandes demais e a pessoa em que me tornei ficou pequena. O tempo não volta, portanto, é impossível consertá-las.

Quando eu penso no que eu gostaria de ter feito e sido, sinto vontade de chorar. E mesmo com os olhos cheios de lágrimas, não consigo pensar numa solução.

Vejo as pessoas trabalharem normalmente e se sentirem bem com isto (ou seja, sem entrar em pânico). Algumas vezes, sinto inveja delas. Cada respiração diferente que sinto no meu trabalho me dá desespero. Se isso acontecesse às vezes seria normal ou suportável, mas comigo acontece todos os dias. Só o fato de eu pensar em atender alguém me deixa muito ansioso.

Vejo as pessoas saírem com os amigos; namorando, casando e tendo filhos. Aí, vejo-as tendo dinheiro o suficiente para criá-los com dignidade (escola boa, comida boa, cabeça boa, etc...). E quando olho para mim, vejo que fiquei para trás. É como se eu tivesse parado no tempo.

Hoje, eu estou triste.

Se eu pudesse voltar atrás, faria várias coisas diferentes. Embora eu ache que algumas vezes, as decisões erradas que tomei foram porque, na verdade, não tive escolha.

Não consigo manter contato por muito tempo com uma pessoa. Amigos de infância se foram. Amigos de adolescência se foram (embora conversemos). Amigos de faculdade se foram. Amigos de trabalho nunca tive. Ultimamente, até na internet as pessoas não conversam mais comigo. Talvez eu pegue pesado com as pessoas. Talvez eu faça isso porque sempre pegaram pesado comigo (ou fingiam que pegavam e eu acreditava...). Enfim, isso já não me importa...

Eu sei que é ridículo, mas eu cheguei ao ponto de ter pena de mim mesmo. Tenho vergonha de mim mesmo.

Acho que desisti da vida e só estou esperando a morte.

Não fiz nada da vida e é improvável que eu o faça.

Isso seria uma crise ou é só minha ficha caindo?

Eduardo Franciskolwisk

28 comentários:

  1. Gosto da maneira como você é sincero em seus textos. Não tem medo de expressar sua auto-piedade. Isso, claro, te ajuda a viver e superar.

    ResponderExcluir
  2. cara... tenho 30 anos e acho que somos meio parecidos. tomara que você não seja um filho da puta mega bem-sucedido tirando onda com a cara dos outros pela internet... na verdade eu até conheci alguns países e até trabalhei em alguns empregos q me pagaram relativamente bem. o problema é que tudo em q coloco a mão eu destruo. meus relacionamentos amorosos não são relacionamentos amorosos, são obsessões que ao chegar no final me deixam na merda por anos, por isso eu os evito ao máximo. tenho problemas com meus pais que não me criaram, preferiram jogar a bomba pra cima de uma vizinha que acabou se tornando minha madrinha. a faculdade é um tormento que nunca parece estar perto do fim... será que a gente pode se falar? mesmo que não chegue a lugar algum e não nos ajude em porra nenhuma a gente pode sei lá trocar meia dúzia de desgraças e ver quem tá mais fudido ou quem se joga primeiro do oitavo andar (tô zoando, não se joga porque é a maior furada!) enfim... adriano.lausanne@gmail.com vai q vc manda um email, nunca se sabe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adriano, podemos comentar nossas desgraças por aqui mesmo. Outras pessoas se identificam e podem ser ajudadas ou se foderem mais ainda.

      Não sou super-bem sucedido tirando onde de ninguém. Se eu fosse, teria coisas melhores para fazer do que sacanear as pessoas.

      Fica tranquilo... Não vou pular do 8º andar. Não é uma má ideia, mas é que eu não moro em prédio. E tenho imaginado algo que me tire o fôlego, se é que me entende.

      Excluir
  3. Eduardo
    O passado não conseguimos mudar, mas o presente está ai fresquinho pra você redesenhar, tire os fracassos do passado como experiencia pra acertar agora e na boa...um conselho...procure ajuda medica para tomar algum antidepressivo, ajuda bastante, sempre que preciso recorro aos meus e tem feito a diferença qdo estou em crise...
    Abraços!
    Fabiana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fabiana

      Obrigado pelo comentário.

      Eu tb tenho meus remédio para maluquices. Ajudam bastante de vez em quando, mas neste últimos dias, está sendo difícil.

      Eu me apego muito ao passado e raramente, esqueço de alguma coisa ruim que aconteceu. Vou morrer de câncer de tanta coisa entalada!

      Excluir
  4. Vejo que a vida anda uma m... pra quase todo mundo e nem sei o que comentar aqui. Acho que olhar pra trás é a pior coisa a se fazer nessas horas. Melhor viver um dia de cada vez, sem se cobrar ou se culpar demais. Sempre achamos que a vida alheia é grande coisa, mas tudo não passa de fachada. Todos são humanos, falíveis e frágeis. Todos temos cruzes pra carregar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com vc, Rafael!

      Tá aí um ensinamento que eu aprendi assistindo Blosson: Viva um dia de cada vez.

      Excluir
  5. Cara, que horror! Falta um mês pra eu fazer 30, achei que eu estava em crise, mas lendo isso posso dizer que estou me sentindo um pouco melhor comigo mesma.... isso pode ser ridículo, se sentir bem com os problemas dos outros...mas vi que tem gente que se sente pior do que eu .... Meu.. pense em outro ponto: vc podia estar morando na rua, sem emprego nenhum, as pessoas poderiam te odiar, e não apenas te ignorar... Tenho um emprego mais ou menos, tenho vários grupos de amigos, mas eles são muito ocupados geralmente...não casei, não namoro, não tenho filhos e provavelmente se eu tivesse não teria condições de dar tanto conforto a eles... massss, tenho saúde, me considero uma pessoa inteligente, mas acomodada...só que isso eu posso mudar! Tenho uma família bacana ... acho q os 30 servem pra dar uma acordada na gente, pra ver que é hora de levantar a nossa bunda do sofá e correr atrás do que a gente quer de uma vez, pq a partir daqui errar vai ficando mais complicado...encare isso como uma chance de se revoltar com tudo e mudar sua vida de uma vez por todas, acho que é a melhor maneira de dar um up na sua vida. É o que eu vou fazer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu comentário.

      Fico feliz pela sua família ser bacana. Por aqui, generalizando mesmo sendo errado fazer isso, acho que minha família é sacana.

      Excluir
  6. Me sinto uma merda completa com 30 anos.... me sinto ainda meio adolescente e penso: Oq há de errado comigo?
    Me identifiquei com o texto e com seus medos. Será normal isso nessa fase? Seu texto descreveu exatamente oq sinto.
    Tenho pena de mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que tem bastante gente nesta situação, Anderson.

      Excluir
  7. Olá galera filosófica da vida!!!
    Sou Milton, tenho 28 anos e moro em Salvador-ba
    Acho que é extremamente normal nessa fase da vida esse tipo de sentimento.
    Quando temos 17, 16 ou 15 anos, cheios de energia e vibração, querendo fazer tudo na vida inconsequentemente, ficamos limitados aos pais e logo desejamos chegar a maior idade. Ao chegarmos lá pelos 18, 19, 20 ou 24, somos adultos, fortes, cheios de vida e nos achamos o máximo. Fazemos o que quiser. Tanto que muitos fazemo muitas besteiras; perdem noites em festas, misturando bebidas alcoólicas, fazem sexo e orgias, usam drogas (nem todos). Muitos canalizam essa energia para coisas saudáveis e produtivas. Mas alguns ainda se lamentam por não ter "curtido a vida" daquela forma.
    Ao chegarmos nos 28, 29, 30 em diante, fazemos um balanço. O que foi feito com toda aquela energia, empolgação e ânimo que tinha? O que adquiri? Quem conhece minha obra? Onde estão aqueles que riram e se divertiram comigo nos melhores momentos? Pra que merda sirvo nesse mundo? Olha como estou. Daí nos damos conta de que não temos mais idade para certas coisas, certos comportamentos.
    Inicia-se uma nova fase na minha, na sua e na nossa vida. Agora somos adultos porém maduros e experientes. Agora podemos buscar e conseguir facilmente o que almejamos, ou parte disso. Você já sabe o que você quer fazer nesse mundo? O que você acha importante mudar nesse mundo? O que tem nesse mundo que te incomoda? Esqueça você, pense no mundo como todo. Escolha uma coisa que você quer mudar e mude.
    Camaradas eu também estou passando por essa crise existencial; me sinto só, me sinto velho e acho que vou viver sozinho a vida toda.Faço tratamento com anti-depressivos, já tive uma overdose deles no trabalho. Eu sou militar da marinha, sou fuzileiro naval e trabalho com armas( fuzil, pistola, metralhadoras, explosivos, armadilhas de guerrilhas) há 8 anos. Já pensei em me matar e atirar em muitos lá dentro. Hoje eu ví que não quero mais essa vida. Escolhi proteger o meio ambiente e é nesse foco que quero trabalhar. É isso que quero mudar no mundo,diminuir a destruição da natureza. Escolha o seu foco e trabalhe nele.Ai voce vai ver que tá novo pra caraaaaalho. Deus o ajudará.
    Se alguém se interessar em conversar mais comigo é só mandar um watzap ddd 71-93998901 ou e-mail miltonmtj@yahoo.com.br e o facebook é Milton Matos Junior. Vamos trocar idéias positivas e trocar misérias também pra ver quem se mata primeiro kkkkk, brincadeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu comentário, Milton.

      Acho que para alguma pessoas, com alguma tendência a problemas na cabeça, isto é normal. O que eu não entendo são as pessoas que são totalmente sãs mentalmente. Acho que isso não existe ou se existir é raríssimo.

      Eu já desisti de mudar o mundo. Não consigo nem mudar algumas coisas em mim. Então, me sinto perdido. Não fiz nada dessas coisas de "vida loca" que vc descreveu. Deixei a adolescência e o resto da vida passar. Isto me frustra bastante

      Excluir
  8. Oi eu sou a Raquel
    Completo 30 em Setembro, sei o que eu quero, mas parece que remo constantemente contra a maré, tenho uma filha e me sinto péssima de não proporcionar algo melhor, separada a cinco anos e não consigo me relacionar (parece que as pessoas estão cada vez mais fútil ) me sinto melhor sozinha. No passado tranquei a faculdade pq não batia com horário do trabalho, retornei agora vou me tornar uma professora, mas não sou perfeita e nem inteligente o suficiente, me esforço, mas não desejo ser mais uma professora medíocre. sou realista a vida que esta tão negativa ( cheia de coisas ruins e maus exemplos ) que a expectativa chega ser deprimente, me identifiquei com o texto, e bom saber que não sou a única a ser super exigente com sua vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Raquel

      Vc tem uma filha. Acho isso muito legal e penso que vc deveria sempre focar nela. Nunca deixar ela em segundo plano pq acho que talvez seja o seu bem mais precioso.

      Agora vc virou professora, mas não se acha inteligente o suficiente e nem consegue alcançar a perfeição. Bem, meu conselho é: pare de tentar alcançar a perfeição, vc nunca vai ser perfeita. Ninguém é perfeito. O segundo conselho é sobre a sua inteligência para ensinar: faça um compromisso com vc mesma de estudar por 1 horas todos os dias as matérias que vc vai dar pros alunos. Ao poucos, vc vai se aperfeiçoando e, não se esqueça, vc nunca vai saber tudo. Estamos sempre aprendendo.

      Eu te entendo porque fiz farmácia e sinto que não sei quase nada sobre o assunto, mas tente fazer o que eu falei.

      Excluir
  9. Nuvem Branca.

    Eu acho que tudo na vida depende de nós mesmo, se acreditarmos que tudo da errado vai dar, então temos que ter primeiro fé em DEUS e correr atrás de nosso objetivo e não ficar se lamentado que tudo deu errado que na verdade vc sente pena de vc mesmo e se torna um coitado para de ter pena de vc e vai a luta que vc consegue alcançar seu objetivo e na vida não precisamos muito do dinheiro para ser feliz, precisamos para viver bem e fazer o que gostamos desde que não passamos por cima de ninguém para conseguir os nosso objetivos, errar todos nós erramos, os mais bem susedidos um dia passou pelo o que vc passou achou que não tinha acertado nada na vida, e depois viu que erra e só fazer a coisa certa e o que vc gosta defazer, um dia vai olhar para trás e ver o qt vc estava errado de falar assim., que na verdade vc e um carra bem susedido.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu apoio moral, Nuvem Branca.

      Volte sempre.

      O problema é que as vezes acho que deus existe e, outras vezes, acho que não.

      Excluir
  10. Esse texto me reflete. E hoje, como você está?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paula

      Hoje eu estou melhor. Muitas coisas melhoraram, mas ainda tenho altos e baixos. Hoje estou num dia ruim.

      Com amigos não mudou muita coisa: nenhum de verdade.
      Financeiramente melhorei bastante.
      Ainda desisti da vida e não espero mais a morte. Penso em ir até ela.
      Ainda acho que sou um menino perdido. E que não vou fazer nada de grandioso. Só obedecer as ordens sem sentido que me dão.

      Obrigado por escrever.

      Excluir
  11. MINHA VIDA VIROU UMA DESGRA... POIS VIREI FARMACEUTICO, ME ODEIO POR ISSO, SOU DEPREZIVEL E SUBSTITUIVEL.. MINHA VIDA É UM LIXXOOO... E TD ISSO ACONTECEU APOS CURSAR FACULDADE DE FARMACIA..

    ResponderExcluir
  12. Independente de quem for sempre passa oportunidades na nossa vida e nós é quem decidimos se queremos ou não as vezes regeitamos algo porque existe obstaculo ou pensamos que não vamos conseguir esse tipo de pessoa são as pessoas mas inteligente que existe alguns não sabem fazer conta mas tem um dom que ninguém tem,o importante roupa sapato comida vocês tem ontem é o amanhã que tanto te preocupou hoje,é Deus quem alimenta os passaros olha pra um espelho você tem a beleza que eles não tem,a liberdade que eles não tem você presta muito atençåo nas coisas quer fazer tudo certinho e problemas passados geram esse reflexo de problemas hoje aquilo que você tem medo tem mais medo de voce,eu conenheci um homem pessoalmente chamado Beto Carreiro ele entrava dentro de uma jaula e abraçava leões de verdade ele dizia pra o leão TIBA TIBA... muita gente está vivendo igual esse leão ainda que o leão não tivesse dente ele mataria o homem se reconhece a força que ele tem os traumas e sofrimentos da vida te faz duvidar até de você mesmo (a)
    Eu divido que ninguém nunca gostou de você isso é o que você criou na tua mente não é caso de demonio muito menos psicologo,se valorize não se venda não se sinta um coitadinho se você reconhecer teu valor as pessoas vai te reconhecer da maneira que você se entitulou,pesquise a historia das pessoas pra ver que tudo teve um inicio o inicio é sempre dificil confia mais em você vai atras dos teus sonhos o importante é competir não ganhou dessa vez não deu certo incista hoje amanhã etc... não escute os que disser que não vai dar certo ai vai ter 2 historias essa e a historia de mudança vai atras do que você sonha,ele vai te dar mulher,casa,moveis,filho(as)e no minimo o basico que voce precisa se valorize vai buscar lá o que é teu só não ultrapasse veja se esse realmente é o tempo se tem certeza do que quer se alguém te perguntar como vai você diz tudo bem ta bem melhor etc...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu comentário.

      Acho que algumas pessoas gostam de mim, sim. Mas, por algum motivo - a vida, paramos de nos falar. Só em ocasiões tipo final de ano, natal, aí todos querem reunir como se tivéssemos contato o ano todo. Acho isso bem hipócrita.

      Excluir
  13. Já tem 3 anos que você fez esta publicação. Espero que esteja melhor. Hoje estou me sentindo exatamente como vc escreveu. O texto se encaixa exatamente no que vivo hoje.

    ResponderExcluir
  14. Você resumiu bem o que sinto no momento: tenho vergonha de mim mesmo, financeiramente sou dependente de outras pessoas, não tenho tantos amigos. Todas as pessoas parecem que evoluem com o tempo, já eu regrido. A única coisa que tenho hoje são algumas pessoas que gostam de mim, eu gostaria de ser uma pessoa melhor, dar orgulho pra eles.

    ResponderExcluir
  15. Estou com 29 anos em 30 de dez. Farei 30 aff e não tenho nada além da minha filha. Deixei meu curso de engenharia de alimentos com 18 anos ou 19 logo conheci o pai dá minha filha, engravidei, casei pra não criar sozinha e me acomodei, dediquei 7 anos pra ela sem trabalhar, 2014 fiz um curso de gestão financeira mas nunca trabalhei nem menos estagiei na área. Trabalhei ano passado em call center no qual me senti útil, eu gostava apesar dos pesares, deixei o emprego pq não aguentava meu marido brigar comigo todo dia, decidi vim pra casa do meu pai, e aqui estou 4 meses sem fazer nada, já deixei currículo pra qualquer coisa até agora nada, será que eu sou tão incapaz assim, me sinto velha pra competir, sem experiências e muitos cursos que não me servem de nada. fico em casa o tempo todo e saio apenas pra deixar currículo e minha filha na escola. É humilhante essa situação, acabei com a merda dá minha vida sem ter sido uma filha rebelde. Apesar das minhas frustrações tento não passar para minha filha, quero que ela tenha uma vida e não seja uma sombra como eu fui e não quero mais ser. Gostaria de trabalhar pra me sentir útil, de me ver ralando, de poder ter a chance de recomeçar, não com os sonhos grandiosos mas apenas para viver um dia de cada vez. Ainda tenho forças por acreditar em Deus. Mas já deu vontade de tanta besteira porém no fim sei que Jesus anda comigo e tudo isso vai passar eu creio e que Deus possa ajudar a todos nós. Amém!

    ResponderExcluir
  16. Bom quando desabafei aqui depois vi o site www.ambientevistoriado.com
    No mínimo te dar uma motivação de querer sair do poço. A quem interessar. Achei que seria interessante compartilhar algo legal.

    ResponderExcluir
  17. caramba vcs são todos loucos parem de reclamar da vida de vcs aí tô na crise dos 30 não fiz nada de minha vida bla bla bla.Levantem essas bundas de ontem estão e vão em hospitais de onde as pessoas estão lutando por mas um dia de vida e vcs só reclamando fala sério

    ResponderExcluir

Leitores, se forem comentar como anônimo por facilidade, peço que deixem pelo menos seus primeiros nomes como assinatura.

Mas se fizerem questão do anonimato, não tem problema!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...