segunda-feira, 31 de outubro de 2011

O toque do suicídio

Duplo_suicidio

A ideia de suicídio sempre me atraiu, sempre esteve comigo. Então, este assunto não é um tabu para mim. Aliás, nem sei se é um tabu para as outras pessoas, mas imagino que seja.

Sempre achei (e ainda acho) que se a vida não está boa para alguém, ela tem o direito de chutar o pau da barraca e ir embora mais cedo. Simples assim. Mas penso também que a ideia do suicídio é simplesmente triste.

Todos que pensam em suicídio não querem se matar, querem resolver seus problemas de uma forma que futuramente não haja mais problemas para se resolver. Digamos que pessoas com ideias suicidas são preguiçosas e não vêem sentido em viver a vida resolvendo problemas um atrás do outro e no final de tudo morrer. Eu sou assim.

Apesar de ser a favor, o suicídio nunca chegou tão próximo de mim quanto no mês passado: meu pai se matou tomando “chumbinho”, um veneno para ratos. O suicídio me tocou e eu não gostei do que senti.

Se a cabeça de alguém já é muito bagunçada, um fato destes consegue bagunçá-la ainda mais. Tudo fica confuso. Você chega a pensar que não está vivendo a realidade. Você pensa muitas coisas, para logo em seguida “despensá-las”.

O único problema de se matar é que você morre. E morrer é para sempre. Sendo assim, você perde todo o futuro (bom e ruim) que teria.

Quem se mata não corre mais o risco de sofrer, não tem dor, não chora, não fica triste. Porém, não vai mais rir, se divertir, ver as pessoas (filhos, netos, sobrinhos) crescerem e evoluírem.

Quando alguém se mata, acabam as possibilidades. Enquanto há vida, há solução.

Eu ainda vou pensar muito em tirar a minha própria vida. Talvez você também pense bastante nisso. Caso sim, vou dar um conselho: quando você tiver vontade de se matar, sente e espere passar. Deixe para pensar nisso amanhã. Se você fizer isso estará pedindo uma segunda opinião para você mesmo.

Eduardo Franciskolwisk

4 comentários:

  1. Geralmente quem se suicida são pessoas depressivas que não veem sentido na vida, não aguentam mais sofrimentos e angústia. Eu já pensei muito em suicidio, mas também nunca fui além de pensar. Vendo casos de tantas pessoas que morreram fazendo o possível para viver mais uma hora que fosse, eu resolvi ficar a pesar de todas as faces da vida e descobrir um único bom motivo para viver, se é que existe. E se eu não descobrir até que chegue a minha hora, pelo menos eu persisti. Eu opto por viver, por mais que a ideia de morte seduza.

    ResponderExcluir
  2. Eu uma vez pensei nisso. Uma vez, qdo estava meio depre. Tomei um monte de remédio de dormir. Valeriana. Não fez mal algum. Na verdade acho q nem keria morrer de verdade. Pq acredito num Deus que sabe a hora de todas as coisas. Até se vc morre depois de tentar o suicidio é pq ele permitiu.
    Sinto muito pelo seu pai. E espero que vc consiga enxergar a vida com bons olhos. Quem faz sua vida é vc!
    BeijO no coração!

    evesimplesassim.blogspot.com

    ps: me add no msn?? tukinhapin@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Eu já tentei o suicídio algumas vezes. Mas não penso mais nisso como possibilidade viável. Acho que antes não tinha muito a perder e hoje já sinto que tenho.

    Não creio que suicídio seja solução. Pelas minhas crenças religiosas acho que só piora sua situação. Mas essa é uma visão particular minha.

    Ver um ente querido se suicidar não deve ser nada bom. Uma vez uma amiga minha veio a minha festa de aniversário, saiu da festa e se jogou embaixo do trem. E aquilo chocou a todos.

    Bem, obrigada pela visita lá no meu blog.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Eu tive depressão por muito tempo. Uma noite resolvi tomar + de 60 cumprimidos pra depressão. Fui parar na CTI...Minha mãe ficou a madrugada inteira no hospital d pé descalço, rezando. Os médicos falaram p ela q haviam feito tudo o q podiam, q eu acordaria entre 8 a 15 dias,provavelmente ficaria c sequelas irreverssíveis ou poderia falecer ainda na mesma noite; eu estava nas mãos de Deus. Em menos d 2 dias eu saí do coma. Então soube q pouco antes de acordar, meu pai havia prometido q se na próxima vez q ele ligasse eu ainda estivesse inconsciente, ele iria jogar o caminhão no primeiro buraco profundo o suficiente. Meu pai é motorista e ele estava prestes a fazer uma besteira por minha causa. Infelizmente, ás vezes,penso no suicídio, o q me segura são meus pais,familiares próximos e Deus;Sei q tem gente c problemas piores e q eu deveria ser + forte, mas realmente vivo no meu limite há anos. Acho que na verdade tenho poucafé.
    Lamento pelo seu pai Eduardo e desejo q vc seja muito feliz!

    ResponderExcluir

Leitores, se forem comentar como anônimo por facilidade, peço que deixem pelo menos seus primeiros nomes como assinatura.

Mas se fizerem questão do anonimato, não tem problema!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...