sábado, 5 de julho de 2014

O Fantástico Poder

o fantastico poder liberdade

Pela primeira vez na vida, ela sentiu o poder.

Agora podia fazer compras com sua aposentadoria, sair com as amigas sábado à tarde para jogar baralho e também podia fazer o almoço do jeitinho que ela adorava.

Podia dizer aos netos que dormissem lá e que a pipoca poderia ser inteirinha lambuzada de catchup.

Ela podia ocupar todo o espaço da cama de casal e deitada de olhos fechados, sonhar com o que não podia. Foi nesse momento que ela percebeu que podia ser livre!

Após a morte dele, tudo havia ficado melhor. Ela se sentiu poderosa depois que soube o que era poder.

Eduardo Franciskolwisk

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leitores, se forem comentar como anônimo por facilidade, peço que deixem pelo menos seus primeiros nomes como assinatura.

Mas se fizerem questão do anonimato, não tem problema!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...